Relatório de Gestão da Procuradoria-Geral de Contas – biênio 2018/2020

  • Relatório de Gestão da Procuradoria-Geral de Contas - biênio 2018/2020 Título:
  • 2.81 MB Tamanho:
  • 9 de dezembro de 2020 Data de Publicação:
  • Download Download:

Em seus dois primeiros anos de gestão, a Procuradora-Geral de Contas, Cibelly Farias, conseguiu concluir a maior parte das metas estabelecidas, tanto para as ações internas como externas no MPC/SC. Em sua posse, em outubro de 2018, a Procuradora falou sobre o modelo de gestão que pretendia empreender.

Vamos desenvolver um planejamento de ações participativo, com base em ideias e sugestões vindas não somente do corpo técnico do MP de Contas, mas também da sociedade. Democracia e participação social não são assuntos para discussão apenas nas academias. É necessário que haja o fortalecimento de uma cultura democrática mais participativa e o vetor dessa transformação deve passar também pelos órgãos de controle.”

Passada a primeira fase do trabalho, o balanço é positivo. Em 2019, o relatório de execução do Plano de Ação mostrou que 58% do que havia sido planejado foi executado. Foi a primeira experiência do MPC com esse tipo de instrumento de gestão.

Em 2020, entrou em vigorar o primeiro Planejamento Estratégico da organização e, poucos meses depois, em maio, foi necessária uma revisão das metas e prazos, em função das restrições impostas pela pandemia da COVID-19. A crise transformou todas as rotinas no MPC/SC e os próximos dois anos de gestão exigirão ainda mais planejamento, comprometimento e responsabilidade de toda a equipe ministerial.

Dentro de suas limitações, o MPC/SC tem se adaptado às mudanças, inovado em suas atividades e buscado eficiência e eficácia no que faz. Entre os próximos desafios está a ampliação da participação social em sua gestão, a busca de autonomia orçamentária/financeira e a atuação em rede com os demais Ministérios Públicos de Contas do país, além de outros órgãos de controle em Santa Catarina.

Skip to content